Atuar

por-do-sol

Vou andando por onde queira me levar
Das tormentas à tranquilidade
De um sonho à realidade
Por um mundo a desvendar

És a energia que nos move
O laço que nos envolve
A luz que brilha na escuridão
A sombra que transforma o dia

A mente que cria e destrói
A mente que une e separa
A mente que foge e enfrenta
A mente que nos guia e ilude

Distraídos no que pensamos ser
Distraídos pelo medo de errar
Até um dia me convencer
Que a vida é feita para atuar

Não sou a forma que se faz
Sou o ser em uma forma
Do contrário o ego se satisfaz
Separando-nos pela ilusão que se transforma

Procurando fora o que existe apenas dentro
Nos perdemos entre futuro e passado
Esquecendo o presente que nos foi dado

Que a nossa mente nos leve a acertar
Que a nossa mente nos leve a errar
Que a nossa mente nos leve a atuar

Francisco Ribeiro de Oliveira